Marketing: profissão do presente

Marketing: profissão do presente

Na contramão da crise, profissões de marketing crescem e geram oportunidades para quem tem visão estratégica e inovadora.

Se por um lado a economia do Brasil ainda enfrenta um cenário nada animador (com quase 13 milhões de desempregados, segundo o IBGE), por outro, alguns setores experimentam crescimento e até surgimento de novas ocupações. A área de marketing é uma das que melhor ilustra esse “oásis” em meio à crise.

Nos últimos anos, a profissão passou a ser muito mais do que um cargo executivo focado em vendas. O marketing cresceu, se aproximou das pessoas e descobriu muitas maneiras de fazer isso. O desenvolvimento do ambiente digital e a necessidade de profissionais de estratégia nas organizações ajudam a explicar esse fenômeno.

Listas de renomadas empresas de recrutamento como a Page Executive, a Michael Page e Page Personnel e a Robert Half, além de pesquisas nos principais sites de recrutamento da internet, mostram em seus resultados a relação de profissões dentro do marketing que estão em alta no mercado. “Diferentemente do que vinha acontecendo, quando as empresas estavam preocupadas em contratar profissionais que pudessem ajudá-las na busca pela eficiência e redução de custos, as companhias agora querem profissionais que possam levá-las a outro patamar, com foco em aproveitar e maximizar as oportunidades que devem surgir”, analisa Ricardo Basaglia, diretor executivo da Michael Page e Page Personnel.

Portanto, confira as profissões de marketing que estão em alta no mercado:

 

Profissional de marketing de vendas

A melhor maneira imediata de lidar com a crise é buscar mercado. Em outras palavras, as empresas precisam vender. Se por um lado profissionais de estratégia são fundamentais, por outro, profissionais que coloquem a mão na massa e concretizem boas vendas são igualmente muito valorizados pelas empresas. As organizações buscam principalmente aquele profissional que é analítico, persuasivo, tenha facilidade de comunicação e visão estratégica.

Analista de mídias digitais

O uso das mídias digitais (Facebook, Instagram, Twitter, entre outras) como ferramentas para se aproximar do público é uma prática relativamente nova e vem crescendo ano a ano. Em muitas empresas e em praticamente todas as agências de comunicação, já existem profissionais em nível júnior, pleno e sênior dedicados exclusivamente a explorar o potencial das redes na criação, manutenção e expansão de mercado, além de monitoramento, engajamento e fortalecimento da marca junto ao público. Profissionais de marketing e de publicidade são os preferidos do mercado para atuar nessa área.

 

Analista de dados (big data)

Esse é um profissional responsável por organizar e interpretar dados, vindos inclusive do digital, visando solucionar problemas de negócio, bem como ajudando a detectar tendências que podem melhorar os resultados de uma empresa. Para esse cargo espera-se alguém que goste de lidar com dados, tenha facilidade com matemática e habilidade de usar softwares específicos. A julgar pelo volume cada vez maior de dados, gerados diariamente pelas organizações, essa é uma das ocupações que mais tendem a crescer nos próximos anos. O profissional de marketing é um dos que podem desenvolver habilidades para essa função.

 

Analista de trade marketing

Esse profissional já existe há pelo menos 25 anos, mas vem ganhando mais relevância justamente por sua função integradora. O profissional de trade marketing é aquele que negocia com fornecedores e organiza a promoção em pontos de vendas, visando aproximar produto e público de maneira mais efetiva, maximizando as vendas. É um profissional que utiliza tanto das técnicas do marketing quanto da área de vendas, e atua em conjunto com as duas. Está aí uma das características mais importantes da função: a integração. Num mundo tão voltado para o digital, ainda há espaço para o contato direto do produto com o consumidor. O profissional de trade é muito requisitado especialmente em empresas varejistas.

 

Gerente de expansão

Esse é um profissional muito procurado especialmente por organizações de maior porte. Dentre suas funções está visualizar o desenvolvimento e comercialização de produtos e negócios como funções integradas, direcionando a empresa a repensar a melhor abordagem ao utilizar dados, tecnologia e infraestrutura. Como estamos na era digital, o gerente de expansão precisa pensar suas estratégias de modo a integrar todo o ambiente offline da empresa com o online. Diversas formações podem construir um profissional desse nível e o marketing, por ser uma área de estratégia, é uma das principais.

 

Gerente de transformação digital com ênfase em marketing

Algumas empresas já estão bem estruturadas no que diz respeito ao amplo uso do ambiente digital para fazer negócios. Mas a verdade é que a maioria ainda patina nessa área e é aí que esse profissional entra. O gerente de transformação digital ajuda a coordenar a mudança das empresas para a era digital, identificando oportunidades potenciais, planejando e gerenciando a transição de modo a garantir que o potencial da organização será plenamente atingido e os profissionais estarão inseridos nessa mudança.

 

Diretores de transformação digital (diretor de e-commerce e diretor de marketing):

O mercado experimenta forte expansão de projetos de transição para ferramentas e meios digitais, especialmente em varejistas, bancos e empresas de consumo. Nesse sentido, os diretores de transformação e de marketing têm a importante tarefa de projetar, analisar e liderar as iniciativas de transformação digital e inovação das empresas. Nota-se que o mercado exige cada vez mais de diretores que tenham uma visão inovadora, estratégica e estejam atualizados com o alto fluxo de ferramentas que surgem a todo momento. Nesse sentido, percebe-se que as empresas estão buscando profissionais cada vez mais jovens para assumirem cargos de liderança, pois veem nessas pessoas o potencial para inovação estratégica que tanto buscam.

 

 

Boa formação

Ingressar na área de marketing requer, antes de tudo, uma boa formação. Nesse sentido, a Fatec Sebrae se destaca como a única faculdade da rede de Fatecs a oferecer o Curso Superior de Marketing. Voltado ao mercado e ao estímulo da inovação, o curso tem duração de seis semestres e é gratuito com vagas preenchidas semestralmente através de vestibular. “Focamos nosso esforço em incentivar a prática das atividades de marketing por meio de agências onde os alunos executam atividades voltadas ao que o mercado procura”, pontua Roberto Padilha, coordenador do curso de Marketing da Fatec Sebrae.

 

Clayton Capellari, mestre em economia e em ciências sociais, é professor da Fatec Sebrae e explica que um conjunto de fatores fazem do curso uma experiência única. “O grande diferencial é o corpo discente, ou seja, os alunos. Percebe-se que eles entram aqui comprometidos com o aprendizado e isso faz toda a diferença. Além disso, o corpo docente é altamente qualificado e está sempre disposto a ajudar os alunos a darem seu melhor. Finalmente, a infraestrutura é de ponta e dá todo o suporte e recursos necessários para proporcionar a melhor experiência de aprendizado”, salienta.

 

As inscrições para o vestibular 2019 da Fatec Sebrae abrem no próximo dia 15 de outubro e vão até o dia 13 de novembro através site específico para inscrições. Além do curso de marketing, a faculdade oferece ainda o curso de Curso de Gestão de Negócios e Inovação, ambos gratuitos.

Categorias

  • Nenhuma categoria